Desabafos

PESSOAS NEGATIVAS – não me interpretem mal…

Hoje apetece-me desabafar… Então aqui vai. 
Isto vai muito de encontro ao que eu vivo e ao que almejo para mim.

Detesto pessoas negativas!! E o que são pessoas negativas?? Há vários tipos, mas vou tentar englobar vários aspectos numa só, ou seja, deixar aqui algumas características:

Pessoas que se estão sempre a queixar, seja da família, amigos, trabalho etc. Que estão vivas e de saúde, na generalidade tudo corre bem, mas têm sempre que se queixar de alguma coisa. 
Bem… Queixar para mim é perda de tempo, e que tal em vez de se queixarem fazer algo para não se queixarem? Acham que se queixar vai mudar alguma coisa? Ou acham que vamos ter pena de vós? Por favor, façam algo pela vossa vida e não percam tempo com queixumes, não vos leva a lado nenhum.

Pessoas que falam mal de outros. Confesso que isto me irrita profundamente!!! Aceito que façam criticas (construtivas – para o bem ou para o mal) mas dizer voluntária e gratuitamente mal de alguém, principalmente quando não conhecem as pessoas, isso dá-me um nervoso miudinho que me enfurece!! O mundo precisa que falemos bem, que demos o beneficio da dúvida mesmo que não tenhamos a melhor ideia do próximo, até porque o falar mal só se revê a própria pessoa que somos, nós espelhamos nos outros a nossa maneira de estar, de pensar e de agir. Be carefull

Pessoas que não agem… que nada fazem, que nada ambicionam e se fazem de coitadinhas, não há nada pior… “ah… não tenho dinheiro, não tenho trabalho, não tenho isto ou aquilo…!” Já pensaram bem no assunto?? Não tem ou não querem ter? Não procuram, não tentam alcançar, porque é muito mais fácil se queixar do que agir…? (esta quase que vai de encontro ao primeiro ponto).

Pessoas que vivem a vida de outros… compram revistas cor-de-rosa xpto, e falam de X e Y como se conhecessem a vida das mesmas, como se privassem e fizessem parte do dia-a-dia delas, helloooo… primeiro: o que as revistas contam não é a realidade, é o que elas querem contar, depois todas as histórias têm dois (ou até mais lados); Segundo: todos nós temos telhados de vidro right? Aquilo que poderás estar a criticar é o mesmo que já podes ter feito ou poderás fazer no futuro (nunca sabemos o dia de amanhã….), terceiro e por último: quem somos nós para estar a julgar ou a criticar negativamente alguém que nem conhecemos, sem saber a realidade que vive? God?! Noup… comuns mortais… vamos calçar os sapatinhos dos outros para ver como seria…

Passam a vida nas redes sociais a cuscar, criticam como se conhecessem…. Again, as redes sociais, são plataformas em que só lá colocamos o que queremos, podemos até ser as pessoas mais infelizes do mundo, estar a passar pela nossa pior fase da vida, mas não a temos que expor, por isso não devemos fazer julgamentos, podemos criar algumas opiniões, mas não julgamentos, nas redes sociais nós aparecemos como queremos ser vistos, e não como realmente somos… uns com mais filtros que outros… é esta a realidade!

E ainda relativamente às redes sociais… seguem quem não gostam porque?! What? Não gostam da pessoa, então porque a seguem? tipo… very awkward…. E ainda são capazes de comentar coisinhas maravilhásticas, para depois dizer cobras e lagartos… cuidado… muito cuidado com essas pessoas, acho que deverão ter um problema bastante grave!

 Preocupar-se com o que outras pessoas pensam, vamos relaxar, e ser felizes!! O que os outros pensam não nos define…. mal era se assim o fosse. Não deveremos ligar demasiado à opinião de outros, até porque não calçam os nossos sapatinhos, podemos ouvir e retirar aspectos positivos de algo, devemos ter algum equilíbrio, mas não devemos deixar de viver ou ser por nos preocuparmos com o que outros vão pensar. Não podemos agradar a gregos e troianos, mas devemos agradar-nos a nós mesmos!

 

Confesso que sou demasiado critica, é uma verdade, critico muito os outros (mas acho que de forma construtiva), critico cara-a-cara de forma a que melhorem, não que seja perfeita estarei muito longe disso, mas porque quero o melhor não só para mim como para os outros. Pessoas negativas trazem negatividade e más energias, e da-me uma vontade de sair a sete pés de perto delas que não imaginam… Queria viver num mundo cor-de-rosa, eu sei que é utópico, onde houvesse mais entre-ajuda e menos criticas destrutivas, onde dizer mal não existiria ou onde ninguém se queixasse do que tem ou não tem… eu também me queixo, não muito, mas é mais em “brincadeira” que outra coisa, o típico “tou gorda”, “só eu é que não estou nas Maldivas” ou até mesmo “só a mim é que não me calha nada” (quando vejo fotos da Gabriela Pugliesi com o seu marido Erasmo, ou até mesmo do Lucas Lucco… acho que me compreendem!!).

 

Vamos dar as mão e fazer uma corrente positiva, sim? Fazer uma promessa a nós mesmos: não vamos dizer mal de ninguém (nem do mosquito que nos picou!) durante um dia, boa?? Conseguem todos fazer esse exercício? E quem se queixar é ovo podre e mal cheiroso!! Boraaaa encher o mundo de boas energias 😀

The author: seni

"Enquanto muitos viajam para fugir, ela viaja para se encontrar, é como se os lugares conhecessem partes da alma dela, partes que ela ainda não conhecia."

1 Comment

Leave a Reply