Desabafos

TRANSPORTES PÚBLICOS! AFFF…

Eu sempre fui adepta de andar de carrinho para todo o lado… mas há uns tempos decidi utilizar transportes públicos, por variadas razões.

Primeiro, o trânsito em Lisboa ultimamente está um caos autêntico e não há como chegar a lado nenhum sem enfrentar filas, esperas e consequentemente, perder imenso tempo. Segundo, estou a trabalhar numa zona onde o trânsito é um pouco mais caótico devido à já normalidade da cidade e à afluência (louca) dos turistas – Zona de Alfama. E terceiro, porque realmente é muito mais económico em dois sentidos: tempo e dinheiro! Em tempo, porque do Montijo a Lisboa de barco é sinónimo de 25 minutos proveitosos porque consigo ler durante as viagens, enquanto de carro sem qualquer proveito de tempo, demoro mais que uma hora e em dinheiro, porque um passe ronda à volta dos 50€ e multiplicando todo o gasto de gasóleo, portagens e parquímetro, rondaria facilmente à volta dos 400€, no mínimo!

Mas reparei numa coisa que me deixa bastante irrequieta e juro que não consigo perceber por mais que tente!! O porquê de quando o barco, metro, autocarro ou qualquer outro transporte público faz uma paragem e tentamos sair, o meio mundo que se encontra do lado de fora para entrar insiste em entrar sem nos deixar sair?!! Não sei se é falta de civismo, de senso comum ou talvez de inteligência… é o mesmo que tentarmos encher uma garrafa de água já cheia, não dá para entrar…!!
Por isso peço… queridas pessoas que andam de transportes públicos, não se atropelem… e lembrem-se: para poder entrar têm que deixar sair!! É para vosso próprio bem!! E meu, claro!

The author: seni

"Enquanto muitos viajam para fugir, ela viaja para se encontrar, é como se os lugares conhecessem partes da alma dela, partes que ela ainda não conhecia."
Leave a Reply