Desabafos

ENTENDAM AS MULHERES! (PELO MENOS TENTEM…)

Minhas amigas, está na hora de puxar a brasa à nossa sardinha!

ATENÇÃO: este texto não é só para homens, namorados, maridos ou chefes, mas também para as amigas e outras mulheres, porque se há bicho perigoso e que gosta de “atacar”, é a mulher. Serve para todos, ok?

Graças a Deus converso muito com os meus amigos sobre o sexo oposto, até porque gosto de (tentar) compreender e observar como os outros funcionam e o porquê de acontecer certo tipo de coisas. Por exemplo, a maioria dos nossos debates amigáveis são sobre o fim e o início dos relacionamentos das pessoas que nos rodeiam (não, não é fofoca, é análise quase que profissional e psicológica ok? aaaaiiii…).

Pois é… Depois de muito pensar e observar cheguei a uma conclusão que, não querendo jamais ser feminista, acredito que pode ajudar boas famílias: a vida da mulher é muito mais complexa, minha gente! Calma, não estou a desmerecer os homens, nada disso, só estou a avaliar factos e factos concretos. Já pensaram que a mulher tem um corpo mais complexo que o homem, uma vida profissional (mesmo que em pleno século XXI) mais desafiadora, é ou poderá vir a ser mãe, tem de pensar no marido/namorado, nos amigos e amigas, na sogra, nas compras para a casa, na escola das crianças, nas roupas… pfffff… tem de ser magra, bonita, cheirosa, fazer piruetas e malabarismos na cama, tem de se destacar das outras mulheres para que o instinto animal masculino não surja… enfim… também ficaram cansados, certo?

E… a famosa TPM?!?! Tensão pré-menstrual… Sabiam que podemos sofrer de até 40 sintomas durante estes maravilhosos (só que não) dias? Sabiam, minhas criaturas lindas, que assim como os pés e as mãos incham, o nosso cérebro também incha? Ah pois é, aulas de anatomia com a Drª Marta. Não é infantilidade, imaturidade ou porque queremos embirrar com alguém, o nosso cérebro fisiologicamente muda, e ao mudar, nós também mudamos, deixamos de pensar normalmente e agimos quase por instinto. Pronto, agora é que vai ser a loucura! Não sei se continuo ou me arrependo do que já escrevi, mas seja o que Deus quiser.

Como os brasileiros dizem, e muito bem, não é frescura meus amores, é a realidade da nossa vida! E, já em modo vítima de forma muitoooo dramática, vocês magoam-nos muito quando nos criticam, gozam, brincam ou simplesmente amuam (sim, vocês amuam…).

Estão a fazer o filme na vossa cabeça? Estão a perceber o porquê de sermos assim e agirmos muitas vezes de forma a que não se perceba porquê? É muita, muita, muita coisa na nossa cabeça… Se até o nosso cérebro incha, imaginem a situação! Não é para todos. Por isso é que precisamos de spas, homeopatas, acupuncturas, massagens, cabeleireiros, doces, roupas novas… e principalmente, precisamos de RESPEITO e AMOR… e atenção… e carinho… e beijinhos… e lealdade… e companheirismo… e admiração… e férias nas Maldivas!

“Muita gente quer ter contacto, mas não quer pagar o preço da intimidade”. Amén, Zygmunt Bauman, you rock!

Ficou algo por esclarecer?

The author: marta

" (...) tem aquele gosto doce de menina romântica e aquele gosto ácido de mulher moderna."

3 Comments

Leave a Reply