100 Limites

LA LA LAND… A ESTRELA DOS ÓSCARES!

Em época de Óscares, eu sou quase a primeira a estar ligada e na primeira fila com o balde de pipocas e a gritar para a tv como se de um jogo de futebol se tratasse (shame on you Marta).

E a minha grande pergunta é: La La Land a sérioooooo???
Vi o filme e senti-me numa tarde de domingo a fazer zapping nos canais nacionais até chegar à famosa sessão da tarde. Opiniões são opiniões, mas não… para mim não! Curta e grossa: a primeira parte do filme, não tenho comentários porque ia adormecendo algumas vezes…Quando de repente chegaram os últimos 10 minutos… Uaaauuuu,  saved by the bell!! Esses 10 minutos fazem o filme, são o filme, são o tal Óscar (penso eu de que…).
Atenção, não é um péssimo filme, apenas não é um filme para Óscar (na minha humilde opinião), mas também eu pouco ando a perceber quais são os ítens necessários para tal prémio hoje em dia!?!?
Vai Seni, acaba lá com isto sff!!
 
Cartaz Lalaland
Bem, já eu Seni, que não percebo muito de cinema (confesso), embora esteja sempre a “papar” filmes, séries e principalmente documentários, acho que o musical La La Land é de extrema mestria por parte de Damien Chazelle! Os primeiros 10minutos, a coreografia, coordenação, cenário e músicas… Estupendo, mas para quem gosta e aprecia. A história passa uma mensagem forte, “vivemos perante as escolhas que fazemos”, é de uma genialidade formidável tecnicamente, os dois fantásticos atores corresponderam às expectativas nesta história de amor de Mia (Emma Stone) e Sebastian (Ryan Gosling), os pormenores, as roupas de época, as cores e cenários da arte de Edward Hopper, fazem uma exaltação à “Era de Ouro”, revigorando este género (mas os carros e telemóveis da actualidade fazem-nos não esquecer que estamos nos dias de hoje). Não é um filme que todos vão gostar, acho que o público em geral vai achar enfadonho e 95% não vai ligar a genialidade do filme. Não é um filme que cole ninguém à cadeira do cinema, apenas para quem consegue “desconstruí-lo”, mas é um filme extremamente bem feito e dirigido!
Mais opiniões há por aí?

The author: Nós as duas

Duas miúdas... de 30 anos... e completamente 100 limites!

1 Comment

  • Tenho um pouco à mesma opinião que tu. Mas lá no fundo fiquei com algo estranho e
    uma sensação de “bonheur” imenso. Bom blogue. parabéns Marta e Seni

Leave a Reply